Estratégias de SEO: Google modifica algoritmos de busca para lidar com clickbait

Google-modifica-algoritmos-de-busca-para-lidar-com-clickbait

Partilhar este post

O Google está a ajustar os algoritmos de busca num esforço para dar prioridade ao “conteúdo feito por pessoas, para pessoas” e combater o flagelo da clickbait, melhorando os resultados de quem investe em estratégias de SEO.

Danny Sullivan, da Google, disse que: “Muitos de nós sentimos a frustração de visitar uma página web que parece conter o que procuramos mas que não corresponde às nossas expectativas. O conteúdo pode não conter as estatísticas que deseja, ou pode não parecer que foi criado por alguém ou mesmo por eles”.

Nós conhecemos este incómodo, chama-se “SEO de spam”, e é basicamente um conteúdo escrito explicitamente com o único objectivo de aparecer no topo das páginas de resultados dos motores de busca.

Para resolver este problema, a Google está a lançar uma “actualização de conteúdo útil”. Ela abrange uma série de ajustes aos algoritmos de classificação da empresa que tentam identificar o conteúdo “que na sua maioria está bem classificado nos motores de busca, mas não ajuda ou informa as pessoas”.

O Google diz que, ao testar, a actualização fez melhorias especificamente para pesquisas relacionadas com educação, artes, entretenimento, compras e tecnologia.

Por exemplo, ao pesquisar um filme recente pode por vezes resultar em artigos que simplesmente recolhem comentários de outros sites.

Com a mudança, poderá ver mais resultados com informação única e original, por isso é mais provável que leia algo que não tenha visto antes.

O que muda para quem investe em estratégias de SEO?

Claro que há vantagens e desvantagens com estas mudanças, e os redatores especializados em SEO podem temer que as suas estratégias de conteúdo os deixem encalhados na rede.

A Google aconselha os “criadores de conteúdo”, que restringirá os resultados de pesquisa de sites que:

  • Não tenha um objectivo ou foco primário:
  • Não existe um “público existente ou pretendido”;
  • Não exibe o conteúdo útil a quem for directamente para a página.

Se usa textos de blog em sua estratégia de SEO, tenha cuidado, a Google afirma que “Qualquer conteúdo – não apenas conteúdo inútil – em sítios que foram determinados como tendo relativamente grandes quantidades de conteúdo geralmente inútil é pouco provável que funcione bem na pesquisa, assumindo que há outro conteúdo noutros locais da web que é melhor servido para exibir”.

Por esta razão, a remoção de conteúdo inútil pode ajudar a classificar o seu outro conteúdo.

Nos últimos meses, o Google tem se esforçado para combater a percepção de que os algoritmos de busca da empresa têm piorado com o tempo.

Tweets como “Não é só você, a pesquisa Google está realmente a piorar” e “a pesquisa Google apenas piorou” têm sido vistos com frequência.

Navneet Alang, escrevendo para a Toronto Star, descreveu o processo como “uma espécie de círculo vicioso. A Google melhora infinitamente a pesquisa para tentar prever o que as pessoas querem, mas em resposta, indústrias inteiras estão a poluir os resultados da pesquisa, dando às pessoas uma cópia barata do que elas querem”.Gostou da novidade? Aproveite e saiba mais sobre a importância de aparecer na primeira página do Google.

Subscrever a nossa newsletter

Receber actualizações periódicas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ler mais

Gostou do conteúdo?

Qualquer dúvida, por favor contacte-nos utilizando o botão abaixo