fbpx
google analytics

Google Analytics: o que é, como configurar e como usá-lo no teu site!

Quer aprender a usar o Google Analytics? Este é o lugar certo! No texto de hoje, apresentamos formas de ler e otimizar todos os dados do teu site com esta ferramenta gratuita oferecida pela Google. Afinal, sabes qual é o propósito deste serviço?

O que é o Google Analytics

O Google Analytics apresenta estatísticas de visita para o teu site. Com isto, é possível entender como o teu público se comporta, e com esta informação, otimizar campanhas de marketing e o uso do Google Ads.

Assim, a ferramenta recolhe informações dos utilizadores e transforma-as em relatórios. Por isso, monitorizar e dominar o Google Analytics é essencial para o crescimento do teu site.

É muito importante compreender o público, e para isso, o Google Analytics mostra exatamente onde o teu negócio está a ter sucesso e onde precisa de melhorar. Por isto, é um importante aliado na tua estratégia de marketing digital.

Como configurar o Google Analytics

Agora que sabes o que é o Google Analytics, é hora de saber configurar a ferramenta no teu site.

Geralmente, as plataformas que oferecem hospedagem em websites já têm um serviço básico de demonstração de indicadores. No entanto, para quem quer analisar o público mais profundamente, estas plataformas deixam de ser desejadas. E o Google Analytics é fundamental para isto. Por isto, é essencial que o instale assim que o teu blog ou website estiver no ar.

Passo a passo para instalação

 

Passo 1: Criar uma conta

O primeiro passo para a criação do Analytics é criar uma conta. É importante criar um email específico, não de uso pessoal, para uma melhor gestão.

Passo 2: Código de rastreio

Com a conta ativa, é hora de instalar o Google Analytics no site. Nesta fase, devemos criar a propriedade e obter o código de instalação do site.

Vai à página de Analytics e acede com o e-mail e a senha que criou. Em seguida, adiciona um nome a tua conta e preenche os campos destinados à propriedade: nome do site e URL do site.

Em seguida, escolhe a categoria da indústria que a tua empresa opera e clica no botão de ID de rastreio de visualização. Assim que concordar com os termos, receberás os códigos de rastreio gtag.js.

Passo 3: Instalação de código

Existem algumas opções para instalar o código, mas vamos considerar apenas duas neste momento:

Instalação manual

A instalação manual requer o mínimo conhecimento em HTML ou algum profissional no campo para ajudar.

Localiza a secção do seu site, uma vez encontrada, deve utilizar o código que recebeu no final do Passo 2 e colá-lo logo após <head> se em todas as páginas que pretende monitorizar.

Guarda o teu ficheiro e é tudo! O código está instalado.

Instalação em sites WordPress

A nossa segunda opção de instalação é para quem utiliza um site em WordPress.

Para isto, basta usar o plugin Site Kit by Google. É simples e cumpre a promessa: instalar o código de ferramentas no website.

Como eu uso o Google Analytics?

Uma vez instalada a ferramenta no website, o próximo passo é como utilizar o Google Analytics. Como a ferramenta oferece uma abordagem ampla da medição, é importante configurá-la da forma correta.

Portanto, a dica é personalizá-lo para que ele ofereça tudo o que a sua empresa precisa. Vamos a algumas dicas:

Integra o Google Analytics com a ferramenta Google Search Console

É essencial que esta integração seja feita de modo a obter uma informação detalhada sobre o comportamento e a rotina de pesquisa dos utilizadores. Portanto, podes analisar na ferramenta Google Analytics quantas impressões, cliques por páginas e palavras-chave do teu site dentro da ferramenta de pesquisa.

Esta ferramenta é o Google Search Console. Ao incluir o teu site na ferramenta, precisarás fazer uma verificação de propriedade, que pode ser qualquer uma das que irei listar abaixo:

  • Upload de um ficheiro HTML para a pasta raiz do seu site;
  • Uma etiqueta HTML inserida no <head>ou cabeçalho do seu site;
  • Alteração ao registo dns adicionando um registo TXT;
  • Verificação do código do Google Analytics, se já foi introduzido.
Leia: O que é o Google Search Console e como usá-lo para otimizar o seu site?

Uma vez verificado, é possível utilizar a ferramenta para melhorar a indexação no Google, compreender e otimizar o site para motores de busca (SEO), adicionar Site Maps, monitorizar os backlinks, entre outras funcionalidades que enriquecem insights para melhorar as estratégias de marketing.

Se houver mais perguntas, clique aqui e leia um artigo completo sobre o Google Search Console.

Contabilize todas as conversões

Este é um requisito básico para quem quer saber se o site está realmente gerando negociações. Com isso, alguns exemplos de conversões que necessitam ser mensuradas são: contatos, downloads de materiais disponíveis, simuladores, leads gerados, etc.

Todo website precisa definir bem seus conceitos de conversão, para que a medição tenha efetividade no planejamento estratégico do site.

Entenda o seu público

Mais do que focar em aumentar o número de acessos no site, procure entender quais são os hábitos do seu público ao visitar o seu site e quais são os trajetos utilizados por eles. Por qual caminho encontraram a sua página: redes sociais, pesquisas de Google, anúncios? Qual foi o conteúdo mais acessado? Qual é a atitude dele após acessar tal conteúdo?

A partir desta série de observações é possível entender quais são as necessidades dos visitantes e o que deve ser entregue a estes usuários. Sendo assim, um recurso essencial do Google Analytics para cumprir com esta etapa é a análise de página que descreve uma espécie “mapa de cliques” dos visitantes nas páginas do site.

Outra ferramenta importante do Google Analytics para atuar neste sentido é o gerador de URL’s personalizados ou Tag’s, o que te permitem rastrear ainda mais os resultados gerados por suas ações e como afetam a experiência do usuário.

Configure seu funil de vendas

O Google Analytics tem um suporte fundamental para acompanhar a navegação dos usuários, descobrir a taxa de rejeição e saber se eles estão enfrentando algum problema com a usabilidade. 

Trata-se do funil de vendas, que permite acompanhar o caminho que o público faz dentro do seu site. Quando configurado corretamente e alinhado às metas do Google Analytics, por meio do funil, a ferramenta mostra relatórios importantes para identificar estes abandonos.

É possível rastrear cada parte do processo e saber em qual etapa o usuário resolve abandonar o site sem atingir sua meta, seja ela o preenchimento de um formulário, uma compra ou a solicitação de uma informação.

e aí, curtiu?!?

Gostou das dicas para trabalhar com o Google Analytics? A nossa equipe ama analisar dados, estudamos muito sobre e alguns têm até Certificações de Google Analytics Avançado. Assim, se você quer otimizar ainda mais a sua estratégia de marketing, você pode contar com o suporte de uma agência de marketing digital; Para isso, faça contato agora mesmo para definirmos e analisarmos as melhores métricas para o seu site. Clique aqui, faça seu cadastro!

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


Importante: Este site utiliza cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Ao continuar a navegar neste site, você concorda com a política de privacidade.

Scroll to Top